.comment-link {margin-left:.6em;}

M U I T O G R O S S O

*MUITOGROSSOpoucofinoANTITUDOcontranada* Um blogue de criticas existenciais e existêncialistas..., e outras coisas mais, que podem cheirar muito mal, e saber bem pior!

ANGOTERRA
online <

29 agosto 2009

SUB-RECTUS insultuoso

lixo 

A “Cosmética Politica”,chama-se a mordaçar

de consciências…Claro que algo cheira muito mal

no interior dos partidos, de “todos eles”…

com maior ou menor democracia interna…

O Legislador não se soube impor e normativizar

adequadamente , não só na limitação dos mandatos

que assume particular aquidade a nível autárquico…

Quando quer o legislador adequa o normativo á aplicabilidade

imediada da lei…não foi o caso da lei da limitação dos mandatos…

Claro que não estou aqui acondenar ninguém dos candidatos

ou eleitos locais, que continuam a candidatar-se…

Se fosse vivo, Salazar tambem poderia o fazer,

se o excesso de idade o não proibisse…

Mas se um candidato a Presidente da republica não pode ter um terceiro e

um quarto mandato consecutivo, mas apenas intercalar esses mandatos

porque razão esse principo de “defeso” politico não é igualmente aplicável

aos demais cargos politicos de candidatura e eleição directa por sufrágio universal?

E já agora porque não pode cada eleitor votar nos candidatos autárquicos propostos

nominalmente enão por listas…É que o antónio x , último da lista do partido w

pode até ser melhor aos olhos de cada eleitor nessa lista para presidente ou

deputado do que aquela “avantesma”(passe a expressão…)

que o partido “vai-se lá saber porquê”

escolheu para cabeça de lista…

Claro que comportamentos desses

( E é muito dificil aos partidos elaboral listas de candidatos,e

internamente é um martirio para quem tem esse

honrosos dever dentro da máquinas partidárias…)

não deixam de ser subreptciamente insultuosos

para os eleitores votantes que não podem escolher

o prato que vão provar, mas apenas podem comer

o prato que lhes apresentam. a mais das vezes nada apetecível…

ou as “coisas” mudam rápidamente ou..não sendo o voto obrigatório

cada vez mais o Reino se despovoará em dia de eleições

e os abstensus serão a maioria efectiva…

Produced By PECUS MALTHUS "trade mark" Copyrights (apenas é permitida reprodução para fins ludico-educacionais)

24 agosto 2009

O DESENVOLVIMENTO DAS FREGUESIAS

CDS PP Póvoa de Varzim - Candidatos

O CARTAZ…

a foto abaixo nasceu hoje em frente à minha varanda…

pena que o CDS não tivesse optada por brindar às quotas “pour les femmes”…

porém ainda bem que não é o cartaz da “Manuela” ..Uf que alivio… e

que susto seria todas as manhãs…Assim sempre posso enviar ao Jorge Quintas

um manguito todas as manhãs que acordar chateado ou um olá nos dias de Sol…

Eis o cartaz:

DSCN0542

Produced By PECUS MALTHUS "trade mark" Copyrights (apenas é permitida reprodução para fins ludico-educacionais)

23 agosto 2009

O ABSTENSUS

 

DESPERDIÇA O SEU VOTO …

abstensus

Produced By PECUS MALTHUS "trade mark" Copyrights (apenas é permitida reprodução para fins ludico-educacionais)

22 agosto 2009

DESPORTO CONCELHIO

C.C.C. O Comité Concelhio de Colectividades

PPATL – plano de promoção de atletismo

e outros planos….

ppatl001

            O Comité Concelhio de Colectividades, surgiu na sequência de reuniões informais ente associações que participavam de iniciativas desportivas, recreativas e culturais á escala do concelho e que se não reviam na Organização do Futebol Popular pois dispunham de outras modalidades quer desportivas quer culturais, entre elas o Ténis de mesa e o atletismo, par além do folclore, teatro e outras…além de que também não se sentiam á vontade comos termos ém que lhe era apresentado o auto intitulado “futebol popular”, nomeadamente as arbitragens e as pesadas multas que levavam grande parte dos subsidios obtinos diurante os anos…

         No entanto e apesar dos “esforçados” esforços colectivos nunca conseguiu medrar no concelho uma “federação concelhia de colectividades  que albergasse outras actividades que não o futebol…

         E nesse sentido o Futebol Concelhio, em virtude da sua forma organizacional acritica e autoorganizada à margem do controle colectivo total das associações a que se dirige tem sido castrador do desenvolvimento harmonioso e popular de outras actividades quer culturais quer desportivas, para onde muitas associações do concelho estão mais vocacionadas, além de que sendo perdominante a profusão de grupos de futebol nas areas populosas citadinas-mormente  a freguesia da Póvoa de Varzim, forçam as outras freguesias que dispõem de campos de futebol e instalações próprias ou cedidas a partilhar com aqueles os seus espaços, causando perturbação, sobre utilização e até prejuizos vários ás associações das freguesias, não permitindo o seu desenvolvimento mais pacifico e harmonioso…

      Meritório tem sido porém o esforço  a associação de futebol que gere o interfreguesias, no estrito sentido do desenvolvimento da modalidade a que se refere, embora se possam apresentar algumas ineficiências mais resultantes dos intervemnientes da referida modalidade (dirigentes, arbitros, jogadores, e publicos)do que do ponto de vista organizacional e logistico…

     Meritório também o trabalho da entidade que gere o Atletismo popular e o Ténis de Mesa popular…

      Acreditamos e sabemos que o Pelouro do Desporto da Póvoa de Varzim ao longo de muitos anos tem vindo a desenvolver um vasto trabalho, de cuja génese nós aqui hoje criticos também fizemos parte…nõa pactuando contudo como apoio a infra estruturas de carácter profissional quer no ãmbito recreativo quer desportivo por entendermos- que o profissional do desporto- não deve ser apoiado pelas verbas desportivas mas sim por aquelas que sejam destinadas ao espectáculo, ao exemplo do teatro profissional, do cinemaprofissional e da tauromaquia…

Produced By PECUS MALTHUS "trade mark" Copyrights (apenas é permitida reprodução para fins ludico-educacionais)

16 agosto 2009

Ontem, hoje e amanhã

 

por952   6
por911 PIC00002
argiv   img2 (2)
P35 PI005
26w   gvs003
barata   PIC00024
L19   PIC00017
at19   t2

Produced By PECUS MALTHUS "trade mark" Copyrights (apenas é permitida reprodução para fins ludico-educacionais)

A Badalhoca e a Pulítica gostam é do Verão…

 

PORTUGAL

televisa

Produced By PECUS MALTHUS "trade mark" Copyrights (apenas é permitida reprodução para fins ludico-educacionais)

13 agosto 2009

Será que não são supérfluos e dispensáveis?

 DSCF0069

São “laranjas” ao “poleiro” de Argivai…

e não vemos em nenhum qualquer “mais valia”

..mas vamos dar-lhe a oportunidade de

participarem na “oposição” coisa que

eles não sabem dar aos outros…

…………………………………………………………………….

Produced By PECUS MALTHUS "trade mark" Copyrights (apenas é permitida reprodução para fins ludico-educacionais)

05 agosto 2009

Proposta à Assembeia de Freguesia de Argivai –pela UEA- Eng. Adelino Braga

  

image

 

image

 

 

 

 

Produced By PECUS MALTHUS "trade mark" Copyrights (apenas é permitida reprodução para fins ludico-educacionais)

04 agosto 2009

O “Camarada” ARNALDO PIMENTA

– é um tipo fixe…”porém”é dragão fanático…

- é um ex combatente…

- é candidado a “presidente da junta de argivai” …

- é um válido elemento da oposição ao “poder laranja”

-é uma mais valia para a cidadania local

PIC00033 (2) 3011

Produced By PECUS MALTHUS "trade mark" Copyrights (apenas é permitida reprodução para fins ludico-educacionais)

01 agosto 2009

A PARÁBOLA DO MARACUJÁ

 

 MARACURM1
A parábola do maracujá cabe aqui perfeitamente...

          Num pé de maracujá está um maracujá - se tivesse consciência o maracujá sabia que existia...

          Passa o 1º homem e olha para o pé de maracujá e como este está coberto por folhas atendendo ao ângulo por onde espreita  não o vê...

          Passa o 2º homem e vê um maracujá... 

           Encontram-se mais adiante e falam do pé de maracujá e teimam entre si que não existe nenhum maracujá nele, e que existe pelo menos um maracujá nele...
           Um 3º homem, que escuta a teima/discussão vai ao pé de maracujá e colhe o maracujá e vem a dirigir-se para o grupo para assim acabar a discussão.

           Entretanto, o 1º e o 2º homem concordam em regressar ao pé de maracujá  para confirmar quem tem razão...

          O 2º homem face á ausencia de qualquer maracujá no pé de maracujá rende-se à evidência de que no pé de maracujá não existe maracujá nenhum e dá razão ao seu adversário...

        Cruzam-se de seguida com o 3 ºhomem, que lhes mostra o maracujá colhido entretanto daquele pé de maracujá e nem o 1º, nem o 2º homem, acreditam que aquele maracujá que ele tem na mão tenha sido entretanto colhida daquele pé de maracujá...

moral da história:
quem diz a verdade passa muitas vezes por mentiroso...

Produced By PECUS MALTHUS "trade mark" Copyrights (apenas é permitida reprodução para fins ludico-educacionais)
online